O Município: Histórico | Localização | Hospedagem | Gastronomia |Pontos Turísticos | Legislação
Domingo, 23 de Novembro de 2014    17:30hs

Faro entra 2012 em ritimo acelerado
14/04/2011
Pavimentação de concreto da Rua seis de julho. ...

29/01/2009
Macaxeira de 20 kg é colhida em quintal ...

27/01/2009
IV CarnaFaro ...

19/01/2009
27 de dezembro de 2008 - 240 anos da “Muiraquitã da Amazônia”. ...

 
Do 2º ao último Domingo de junho
Festa de São João Batista

20 de Janeiro
Festividade de São Sebastião

Veja outras... 


fonte: Tempo Agora
1935

Microrregião
Óbidos

Mesorregião
Baixo Amazonas

Altitude da Sede
31 m


Distância à Capital
918,7164 Km

Área Territorial
11.766 km²

Fonte: Atlas de Desenvolvimento Humano/PNUD

Faro, paraíso ecológico no oeste paraense.     Estamos em setembro, período em que a vazante do Rio Nhamundá permite a este
povo privilegiado ver as primeiras pontas de praia. O Município de Faro desponta
hoje, como um dos principais pontos de turismo ecológico no Oeste do Pará, seja
pela sua tranqüilidade (condição buscada pela maioria dos turistas), ou ainda pelos
pontos de pesca ao tucunaré, e, também pela cerâmica indígena da região, embora
um pouco rara nos dias atuais, mas, com certeza bastante presente nas coleções
particulares de alguns moradores. A cidade foi agraciada pelos deuses, com belas
praias em toda sua orla, as famosas muiraquitãs aqui são encontradas nas ruas
da cidade logo após uma chuva torrencial, e, por isso, não estranhe ao ver o povo
agachado procurando por um belo amuleto esverdeado, seja em forma de contas,
peixes ou rãs.
Embora não tenha ainda uma infra-estrutura no ramo de hotelaria, já existem
algumas pensões que poderá atende-lo com uma comida caseira da melhor
qualidade, e mais ainda, uma hospitalidade comparada a de seus velhos amigos. Se
você é do tipo aventureiro, poderá agendar uma pesca ao tucunaré no alto
Nhamundá, nesse caso aconselho que sua tralha seja de boa qualidade, pois, aqui
eles chagam a pesar 10, 12kg, ou ainda uma visita ao lago do Espelho da Lua, local
onde as famosas guerreiras amazonas banhavam-se. Seja qual for seu estilo,
esteja certo que ao conhecer este lugar você ficará encantado com as belezas
naturais deste recanto ecológico e cuidado ao provar a água do Rio Nhamunda,
você poderá ficar um dia, um mês, um ano e sem perceber já será também um
farense com todas as manhas do “caboclo” da região. Aguardamos você! (Paulo di
Faro).

Veja outras...

Rua Dr. Dionísio Bentes, S/N - Cep 68280 - 000 Tel. (93) 3557 - 1104 | Logar no Portal | Webmail